13 Encontros: de 27 de agosto a 26 de novembro de 2020

Apoio:

ONLINE

Sobre o Evento

13 Encontros: de 27 de agosto a 26 de novembro de 2020

Periodicidade: Uma vez por semana, às quintas-feiras

Horário: das 16h às 17h30 – Horário do Brasil – São Paulo

Organizador: REDLACEH

LOCAL

Local:  Via Zoom (https://zoom.us/)

Encontros e certificados gratuitos!  

Organizador: Rede Latino-Americana e do Caribe pelo Direito à Educação de Crianças e Jovens Hospitalizados ou em Tratamento

http://redlaceh.org/

Site do Encontro: 

http://redlaceh.org/eventos/encuentros-de-pedagogia-hospitalaria-2020/ 

Organizador: REDLACEH

Sobre o Evento

A situação pela qual o mundo se encontra hoje devido a Pandemia causada pelo Covid-19 nos situa em um cenário para o qual a sociedade como um todo não estava preparada. 

Esta circunstancia comporta um desafio inimaginável para todos os atores que vivenciam a área da Educação.

As escolas se viram na obrigação de fechar suas portas para evitar o contágio e conter a pandemia, uma vez que cabe ao sistema educacional garantir e salvaguardar o direito à educação e a saúde de todos e de todas. 

No contexto latinoamericano, as dificuldades que demandam este desafio também dizem respeito ás desigualdades socioeconômicas e consequentemente  a defasagem digital, para estudantes e ao professores.  UNESCO (2020:4)

Nesta perspectiva, em nível nacional, destacamos três temas significativos:

1º O despontar de um cenário com potencialidades, avanços e inovações na área da educação à distância e no uso das tecnologias.

2º Os sistemas educacionais tornam-se mais receptivos às propostas com o foco na resiliência e na flexibilidade, preparando o alunos e docentes para o enfrentamento de futuras  crises.

3º Potencial para desenvolver uma nova mentalidade e desesncadear mudança de paradigma cujo centro seja a interdisciplinareidade e a intersetorialidade.

Neste contexto em que a crise sanitária se agrava pelas enfermidades derivadas do COVID 19, vivemos profundas transformações sociais, políticas e econômicas, e consequentemente sentimos significativas repercussões que abalam as estruturas  da área da educação. 

Nos países da América Latina e do Caribe-ALC , esta situação sem precedentes, tem desencadeado uma serie de respostas significativas  em nivel local, nacional e internacional. Com o objetivo de garantir o direito à Educação a uma grande população de estudantes, os órgãos governamentais mobilizam-se para construir e implementar soluções inovadoras e assim proporcionar recursos para oferecer uma educação a distância de qualidade , mediante a qual diferentes atores participam de um desafio sem precedentes , para conter as repercussões da pior crise mundial com o objetivo de superar os desafios emergentes.2

Outro significativo desafio considerado como repercussão deste momento de crise é a garantia da continuidade do processo de inclusão de estudantes, sobretudo dos mais vulneráveis, população foco da Pedagogia Hospitalar- PH. 

No campo da PH seguramente podemos fazer um paralelo com as escolas regulares e afirmar que a educação a distância também favorecerá aos estudantes em situação de enfermidade. Isto porque estes alunos poderão desfrutar do atendimento educacional não somente nas classes hospitalares mas também mediante a alternativa da educação a distância.

 Por sua vez no contexto dos centros de tratamento de saúde, a pandemia provocou um abalo não só nas equipes sanitaristas como também nas famílias de crianças e jovens em situação crônica uma vez que os procedimentos da área da saúde foram direcionados em larga escala aos domicílios , como forma de proteção ao risco de contágio. 

Nesta perspectiva, os professores das classes hospitalares também puderam marcar a sua colaboração, auxiliando pos familiares na conquista dos recursos tecnológicos, próprios da educação a distância, para que possam dar continuidade aos tratamentos de saúde.

A Red Latinoamericana y del Caribe por el Derecho a la Educación de Niños, Niñas y Jóvenes en situación de Enfermedad o Tratamiento (REDLACEH), asume o compromisso de oferecer resposta ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável  do  Nº4 que visa “Garantir uma educação inclusiva e equitativa de qualidade e  promover oportunidades de aprendizagem permanente para todos”. Por sua vez, Meta 4.7 chama-nos a atenção para a urgência da importância em se contar com profissionais qualificados. Para tanto se considera importante a cooperação internacional para formação de docentes.  

Para alcançar este objetivo, a REDLACEH acredita firmemente nos pressupostos da aprendizagem colaborativa entre profissionais , motivo pelo qual organizou uma série de encontros para os quais convoca professores das classes hospitalares, acadêmicos, profissionais da saúde e de outras áreas afins, na proposta de aprendermos uns com os outros, compartilhando experiências inovadoras , modelos de trabalho,  tendo como referência o estado da arte de diferentes disciplinas referentes  a educação  em contextos de saúde. 

Informações sobre o Evento

  1. Promover a PH como modelo educativo inovador e inclusivo, no combate ás diferentes formas de desigualdades vividas na ALC.
  2. Difundir a Pedagogia Hospitalar considerando-a como ferrramenta de humanização em saúde.
  3. Fomentar o desenvolvimento e o intercâmbio de experiências entre profissionais que trabalham no contexto da Pedagogia Hospitalar.
  • Docentes e gestores do Ensino Regular 
  • Docentes das Classes Hospitalares 
  • Docentes e gestores da Educação Especial 
  • Estudantes de Pedagogía e das área a fins que tenham interesse em Pedagogia Hospitalar 
  • Psicólogos, Psicopedagogos, Assistentes Sociais
  • Profissionais da Saúde
  • Familiares de estudantes em situação de enfermidade
  • Estudantes que frequentam as Classes Hospitalares.

A participação dos interessados  acontecerá de duas formas:

1. Plena: presença  em  todas as sessões

Os  participantes que optarem por esta modalidade receberão o credenciamento da REDLACEH com o aval da Universidade Santa Paula da Costa Rica, da Faculdade Paulista de Ciências da Saúde do Brasil, do Parlamento Latino-Americano y del Caribe, Editorial Santillana.

2. Pontual: presença somente  em alguns  encontros  de  acordo interesse  específico nos  temas discutidos

Para esta modalidade, os  participantes não recebem acreditação ou qualquer outro tipo de certificação.

Em ambas modalidades o evento será gratuito.

Haverá tradução simultânea espanhol- português e português espanhol  para promover a  aproximação e a participação de especialistas e professores de  todos os países membros da REDLACEH.

Contaremos com a participação de especialistas e professores brasileiros e demais profissionais de países onde o português é língua oficial. Para tanto haverá com tradução simultânea para o espanhol e para o português quando os expositores expressarem-se na língua espanhola. 

Os encontros serão em número de 13 no total, sendo que a última semana será dedicada a um trabalho individual para os participantes que optarem pela acreditação/certificação.

Formato dos encontros: 

30 horas divididas em:

  • 1 sessão semanal de uma hora e meia às quintas feiras, das 17:00 a 18:30 horas horário do Brasil – São Paulo.
  • Apresentações: um (uma) especialista mais dois docentes que atuam em classes hospitalares 

Os encontros acontecerão mediante ferramenta Zoom.

Referentes às seguintes esferas: 

  • Educacional 
  • Socioemocional 
  • Políticas públicas

 Os encontros estão organizados segundo mesas temáticas, cada uma das quais referindo-se a um dos eixos temáticos. Geralmente serão compostas por um especialista de destaque nos diferentes países participantes, que fará a sua explanação. Na sequencia, serão apresentadas por docentes, duas experiências práticas sobre os temas abordados.

Red Latinoamericana y Del Caribe por El Derecho a la Educación de Ninos, Niñas y Jóvenes Hospitalizados o en Tratamiento (REDLACEH), Universidad Santa Pula de Costa Rica, Facultad Paulista de Ciencias de la Salud de Brasil (SPDM), Parlamento Latinoamericano y Caribeño (PARLATINO) y Editorial Santillana.

Rede Latino-Americana e do Caribe pelo Direito à Educação de Crianças e Jovens Hospitalizados ou em Tratamento

http://redlaceh.org/

Scroll to Top